25 de nov de 2009

Manifesto referente ao (filme) Documentário "Entre a Luz e a Sombra".

Aos amigos; fãs; admiradores da verdade, transparência e justiça; e a quem mais possa interessar.

Venho, através deste manifesto, me posicionar em relação à produção do longa metragem “Entre a Luz e a Sombra”, dirigido por Luciana Burlamaqui, que irá estrear no dia 27 de novembro de 2009.

Estou aqui não para censurar todo e qualquer tipo de ilustração a respeito de minha história e de meu trabalho, mas não posso concordar e apoiar aquilo que desconheço. Meu único contato com a obra finalizada foi a sinopse do mesmo que não me passou o que me foi proposto quando aceitei que gravassem imagens minhas para o referido documentário. Pela sinopse entendo que o foco apresentado no início da proposta, adotou outro rumo. A intenção era que o mesmo mostrasse que a recuperação do ser humano que se encontra privado de sua liberdade é totalmente possível, desde que a própria pessoa se interesse por sua vida e seu futuro. E não relações humanas individualizadas, com temáticas corriqueiras a qualquer programa comercial de TV. (isso obviamente baseado no pouco material que tive contato). Com certeza isso não faz parte dos meus objetivos.
Reconheço as dificuldades presentes em trazer este material para minha apreciação, já que ainda me encontro privado de minha liberdade, porém não vi disposição por parte da produção em possibilitar este momento. Disposição esta que não faltou na época em que precisaram gravar as imagens, o caminho das pedras sempre foi o mesmo, o que mudou foi o interesse.

Tendo em vista estas dificuldades procurei também possibilitar que meu assessor de comunicação (Sr. Eduardo Bustamante) assistisse o referido documentário para que ele pudesse passar uma posição mais concreta sobre o enredo retratado, mas isso também me foi negado com a alegação de que a distribuidora não permitia a exibição do mesmo para qualquer pessoa antes de seu lançamento oficial. Porém mais uma vez a contradição se faz presente, já que outros que nem se quer são protagonistas da história já assistiram.

Como não recebi um retorno formalizado diante de minha solicitação, registrando a posição da produção do filme, decidi me manifestar, oficialmente, frente a esta questão.

Responsabilizo-me totalmente por tudo aquilo que eu disse e fiz nas referidas imagens, porém não posso atestar, nem legitimar a intenção e/ou forma com a qual este material foi editado.

É bem verdade que cedi o direito de uso da minha imagem para esta produção e utilizando do meu direito de me expressar livremente e também o fato de ser um dos protagonistas da história, digo que não acho justo desconhecer o produto final, isso é inadmissível. Sem contar o desconhecimento total do orçamento, honorários, patrocínios e apoios, lembrando que não recebi cachê para isto. Logo mais o filme estará nos cinemas e, diga-se de passagem, com destaque em salas de pouca circulação do povo da periferia, ou seja, lugares de difícil ace$$o para os que realmente deveriam assistir. Onde está a lógica? Obviamente alguém irá ganhar algo com isso e sinceramente não estou incluído.

Em respeito a minha família, meu trabalho, minha vida pessoal e minha VERDADEIRA história, fica registrado aqui meu manifesto acerca do assunto.

“Sentar à mesa e te assistir jantar não fará de mim uma pessoa que também esteja jantando”

Sem mais para o presente.

Dexter

PS- Maiores esclarecimentos com meu assessor de comunicação: Eduardo Bustamante (periferiasoberana@gmail.com)


25 comentários:

  1. È isso aí mano, naum vi esse filme, mas podi pá que é patifaria!
    Naum vô perder meu tempo assistindo esse filme, já que fizeraum isso.
    Jah é mano!

    Tato-ZS

    ResponderExcluir
  2. Discaração parceiro!! como é que fazem um filme sobre vc e vc num tem acesso?? isso ai é discaração das brabas! abre o olho compadi!

    ResponderExcluir
  3. SALVE DEXTER,FAÇO QUESTÃO DE VER O FILME POIS SEMPRE GOSTO DE VER OS DOIS LADOS DA MOEDA,CERTO LOGO MAIS FALO MINHA OPINIÃO FMZ MANO,É NÓIS.
    www.periferianacional.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. na moral Heltão,
    nao duvido da palavra do Dexter, o cara é firmeza
    sempre relata a verdade.
    NÃO VOU VER ESSE FILME! NÃO VOU DAR AUDIENCIA PRA ESSES CARAS

    DIEGO

    ResponderExcluir
  5. BARATO LOKO, MAIS CALMA MANO VC É UM CARA DE RESPONSA...
    AGORA NOIS ESTAMOS SABENDO A SUA REAL POSIÇAO DIANTE OQUE VIERMOS A ASSISTIR.... TAMOJUNTO

    ResponderExcluir
  6. bom agora q sei a opnião do trutão dexter; tbm nem vou dar "trela" pra esse documentario!.

    fica na paz ae dexter! na paz de Deus ctz oh!

    ResponderExcluir
  7. Dextão, sabendo de todos os desentendimentos durante esse processo tentei respeitar nossa amizade, mas não resisti e vi o filme. concordo plenamente com o conteudo de seu manifesto e tenho millhões de comentários e senões ao documentário.
    O mais legal de tudo isso é que vc e o juiz são as pessoas mais coerentes durante os longos anos de filmagem e depois da exibição do documentario. bjs e muita saudades, celia pecci

    ResponderExcluir
  8. Aí, não vi e nem vo ver
    Dona Célia, qual é a do barato, já que a senhora assistiu
    Salve rapa.

    ResponderExcluir
  9. Ai Dexter, acho isso falta de consideração....
    na hora di correr atras d vc pra gravar
    us cara corre...na hr di mostra u filme pra um representante seu, us caras corre, dá desculpas.
    Mas acho q vc tah certo cum esse manifesto tem q correr atras dus seus direitos...
    Paz Mano!!!

    ResponderExcluir
  10. Salve, Salve Rapaziada!
    Quero aqui deixar registrado minha felicidade em saber que não estou só, que o companheirismo e o apoio por parte de todos é altamente perceptível.
    Todas essas palavras, me dão forças e me ajudam a continuar resistindo cada vez mais.
    A liberdade jamais será dada voluntáriamente pelo opressor, ela tem que ser conquistada pelo oprimido.
    É justamente isso o que estamos fazendo, conquistando!
    Sejamos sempre um por todos, todos por um e Deus por nós.
    Fico muito feliz em saber que minhas atitudes e minhas músicas influenciam positivamente na vida de cada um, o real objetivo é este mesmo.
    Obrigado pela força e que Deus abençoe cada um de vocês.
    Paz.

    ResponderExcluir
  11. PO IRMÃO CONFIO NA RECUPERAÇÃO DE TODO E QUALQUER SER HUMANO Q QUEIRA DE CORAÇÃO SAIR E VIVER BEM E FELIZ.SOU TEU FÃ AS VERA TENDO COMO PROVA DISTO O NOME DO MEU FILHO Q É DEXTER E TEM 7 ANOS,FALO E DIGO Q ISSO É COMUM NESSE MEIO TEMTAREM LEVAREM OS LUCROS SÓ PARA O ASFALTO.POR TANT NEM ESQUENTA Q O Q É DO HOMEM O BIXO Ñ COME CERTO ISSO TUDO É MENOR Q TU TRUTÃO Q MESMO DO LADO DE DENTRO DOS MUROS SE TORNOU UM DOS GRANDES ICONES VIVOS DO RAP NACIONAL PROVANDO Q É POSSIVEL DAR A VOLTA POR CIMA!FIRMA E ATÉ A PROXIMA!

    ResponderExcluir
  12. MARCEL obrigado pelo carinho, respeito e também a homenagem. Fiquei muito feliz em saber que seu filho se chama DEXTER. Gostaria de um dia poder conhecê-lo, para que pudéssemos tirar uma foto juntos e que esta pudesse ser colocada num quadro e exposta na parede da sua sala. Acredito que tudo é possível àquele que crê. Então pode ter certeza amigo, eu creio que um dia isso será possível. Abraços à você e também ao DEXTER. Paz e até a próxima!

    ResponderExcluir
  13. Tamu junto família...
    Muita luz na função...
    Dexter, Patricia, Eduardo e todos aqueles que torcem e apoiam o trabalho do Guerreiro Dexter!

    Reclamamos as vezes de barriga cheia com o mundão á nossa disposição...
    Dexter de dentro do fechado nos prova que não há limites para quem quér vencer...e na mesa da vitória sentar-se com á DIGNIDADE, AMIGOS, GUERREIROS e o maior número de vencedores possível, pois á vitória esta dentro de nós mesmos!

    Obrigado pelo aprendizado Grande amigo!!!!
    Amizade sólida e verdadeira...pazzzzzz!

    Branco R.P.3

    ResponderExcluir
  14. Documentários mudam de rumo durante a produçao, isso é normal, ainda mais num filme que levou mais de sete anos para ser produzido.

    Agora, te deixar excluido do processo quando você claramente se mostra interessado é, no mínimo, falta de respeito. Isso é o mínimo que se espera de um documentaristas: respeito com seus entrevistados. Espero que ela tenha respeitado mais vc no filme do que vem fazendo nos bastidores... Vamos torcer.

    ResponderExcluir
  15. é dexter.. pelo fato de vc estar privado de sua liberdade, o mesmo achou que não reclamasse os direitos,desconhecendo ele seu trabalho e influencia e popularidade no rap nacional,é sua cara cobrar mesmo essa fita aí...abraço

    ResponderExcluir
  16. ai dexter sem palavras pra vc irmao....
    ai liberdade para o guerrero.....

    ResponderExcluir
  17. Primeiramente um feliz natal e um próspero ano novo a todos os homens e mulheres de boa vontade. 2010 se aproxima, faltam apenas 5 dias, daqui a pouco iremos dizer que 2009 passou, porém não poderemos dizer que a guerrilha terminou, pois ela continua e nós estamos envolvidos até os ossos, firmes e fortes gladiando com fervor e amor na arena. Saúde e muita paz a todos! Obrigado pelos comentários aqui registrados, isso mostra que realmente não estou sozinho. Que Deus abençoe a todos e até a próxima

    Um abraço
    Dexter

    ResponderExcluir
  18. Angélica Nascimento - Jd. Pantanal4 de janeiro de 2010 15:03

    Puts..pude ver quanta safadagem fizeram,envolvendo esse filme e quem fez parte dele.
    Assisti uma reportagem na tv a respeito de uma mulher que fez a filmagem.Quem vê,pensa que não há nada além de um grande trabalho,mas a real é que por trás só é valorizado a reputação de quem teve o interesse em sair ganhando!

    ResponderExcluir
  19. Vi o filme e achei que o que salva é vc.
    È nítido que tu e o Afro foram explorados somente, a idéia é mostrar o quanto a elite é superior fazendo pose de boazinha é clara.
    Achei muito ruim a narração constante, induz você ver tudo do ponto de vista de quem fez.
    Sei que você não aprovou por desconhecer o material, já o Afro...
    Parabéns negão

    Jairo custódio /42anos (prof. rede pública de ensino/SP)

    ResponderExcluir
  20. Dexter vc nunca estara so!!
    eu moro aqui in New York, eu acompanho sua carreira desde da epoca do 509E.
    como eu que adoro seu rap realista sei de muitos que tambem adoram!!
    mas por favor, nao saia em capa de revista!!
    "os muros nunva vao prender seu pensamento"
    paz guerreiro!!

    ResponderExcluir
  21. Dexter, mais uma vez a história se repete: é a elite nos colocando no lugar de objeto e dizendo que isso é neutralidade.
    Acho legítimo seu manifesto e o apóio.
    Um Salve do Rio de Janeiro!
    bj

    ResponderExcluir
  22. DEXTER MUITAS COISAS ACONTECEM EM NOSSAS VIDAS PARA PODERMOS APRENDER ALGO DE BOM OU QUE NOS SERVIRÁ NUM FUTURO PRÓXIMO,SEMPRE ENCARE ESSE MOMENTO COMO UM APRENDIZADO,POIS SEI QUE SAIRÁ DAÍ MAIS FORTALECIDO DO QUE ENTROU.OS MOMENTOS DIFÍCEIS DAS NOSSAS VIDAS NOS FAZ SABER QUEM REALMENTE ZELA POR NÓS,QUEM SÃO NOSSOS VERDADEIROS AMIGOS E PRINCIPALENTE QUEM LEALMENTE NOS AMA,MEUS PARABÉNS À PATY QUE O ACOMPANHA EM TODOS ESSES ANOS E É UMA PESSOA FORA DE SÉRIE(BEIJO AMIGA GUERREIRA),QUE DEUS ABENÇOE O AMOR DE VOCÊS E QUE O MESMO CRESÇA CADA VEZ MAIS,MUITO EM BREVE ESTARÃO JUNTOS PARA UM BELO RECOMEÇO.UM GRANDE E SINCERO "BOA SORTE SEMPRE "

    ResponderExcluir
  23. SALVE GUERREIRO.

    ADMIRO MUITO VC E SEU TRABALHO, TENHO O ORGULHO IMENSO EM SER SUA AMIGA.
    NÃO ASSISTI O DOC, MAS ACOMPANHEI OS BASTIDORES E PENSO QUE VC TEM DE LUTAR PELOS SEUS DIREITOS, AINDA MAIS SE VC SENTIR QUE EM ALGO ERRADO NO AR.
    NEGRO FICO FELIZ POR VC ESTAR CAMINHANDO, E RUMANDO COM NOVOS TRABALHOS E NOVAS PERSPECTIVAS.
    É ISSO AI GUERREIRO, NÃO DESISTE NÃO, POIS VC É O ESPELHO REAL PARA MUITAS PESSOAS. VC É O EXEMPLO VIVO DE PERSEVERANÇA, LUTA E BATALHA.
    TE ADMIRO MUITO GUERREIRO.

    VEJA SÓ VOLEI AGORA DE VIAJEM, PASSEI UMA TEMPORADA NO MARANHÃO, AGORA RETOMAREI AQUELE TRAMPO QUE TINHA FALADO CONTIGO, VC SABE O QUE É.
    A SEMANA QUE VEM TE DOU UM ALÔ OK???

    MUITA PAZ, LUZ, SERENIDADE E SABEDORIA.
    ESMERALDA ORTIZ

    ResponderExcluir